quinta-feira, 24 de setembro de 2009

TP 4

ATIVIDADES REALIZADAS NAS OFICINAS
TP 4

A oficina iniciou com a leitura do texto Minhas Não-Férias. Em seguida, propus que, em duplas, com base na leitura do texto, refletissem sobre as questões propostas nas letras “d” e “e” da p. 164.

MINHAS NÃO-FÉRIAS

Quem não lembra (com carinho, ou talvez com raiva) daquelas redações que éramos obrigados a fazer na escola, quando voltávamos das férias? Pessoal, vamos escrever sobre as nossas férias? E a meninada toda reclamava. Claro. Baita chatice, todo ano a mesma coisa, e os professores nem aí, que falta de criatividade. Eu posso criticar, porque sou professora e sei que alunos gostam de novidades, sempre. Não estou generalizando, claro, certamente em meio à maioria havia educadores brilhantes e criativos, eu tive muitos.
Mas, será que ainda hoje alguns professores ainda pedem alguma coisa do tipo no início das aulas? Não tenho a mínima idéia, só sei que eu não peço. E sei também que todo ano, nesse período, acabo, inevitavelmente, lembrando disso. Muitas férias eu narrei a completos estranhos em início de ano letivo, entusiasmada. Eu tenho que confessar que não me importava nem um pouco, pois desde cedo gostei de escrever.
Portanto, nesse início de ano, resolvi fazer uma viagem no tempo e escrever uma redação sim, mas um redação que intitularei “Minhas não-férias”, ou seja, um avesso das minhas férias,, ou, “como poderiam ter sido as minhas férias se eu não tivesse saído da imensa metrópole. Tudo isso, porque, aparentemente, umas maravilhosas férias na praia, como foram as minhas, não dão ibope. Aí vai:

NOME: Clarice Dall’Agnol Casado
ESCOLA: Da Vida
SÉRIE: Quando ouço essa palavra, penso no Warner Channel
TURNO: Noite, meu preferido

ATIVIDADE
É difícil produzir um texto com palavras que não conhecemos o significado, pois usamos, somente, as palavras que pertencem ao nosso vocabulário. É impossível par um falante, dominar o léxico de uma língua. A atividade 16, do TP 4, foi lúdica. Produzimos textos que provocaram risos. Enfim, A ESCOLA É UM LUGAR DE RIR TAMBÉM (Aya).

As palavras que deveriam estar nos textos das cursistas foram as seguintes:

• muxuango * falácia
• hermeneuta * ignóbil
• vituperado * sibilino
• defenestração * uxoricídio
• perfunctório * apoplexia

Lemos, também, o texto E a viagem continua... (p.175) e fizemos a atividade 5 de forma escrita. Em grupos, foi realizada a atividade proposta na parte Avançando na prática (p.182) levando em conta a construção de andaimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário