domingo, 20 de setembro de 2009

LIVRO TEORIA E PRÁTICA 4

TP4

OBJETIVOS Unidade 13


1- refletir sobre os usos e as funções da escrita nas práticas do cotidiano.
2- relacionar o letramento com as práticas de cultura local.
3- produzir atividades de preparação da escrita, considerando a cultura local, a regional e a nacional.


ATIVIDADE 6


Ler os textos sobre as práticas de leitura de Patativa do Assaré e Paulo Freire (p.18 e 19). Introduzir a unidade explorando os conhecimentos da turma sobre a biografia desses dois autores. Em seguida, explorar oralmente as questões da p.20

ATIVIDADE 7

n Ouvir a música ou fazer leitura dramatizada de “Baião” p.42 e propor à turma a realização da questão “g” atividade 11, em grupos, por séries. Finalizar a aula, realizando uma revisão por meio da atividade 13,também em grupos.


ATIVIDADE SOBRE O FILME

Projeção do filme Narradores de Javé Debate e Socialização e TP.

Elaboração de uma sequência didática a partir do tema do filme



OBJETIVOS
Unidade 14
1- reconhecer texto e leitor como criadores de significados;
2- relacionar objetivos com diferentes textos e significados de leitura;
3- conhecer a amplitude e o papel do conhecimento prévio na leitura.


ATIVIDADE 8

Discutir o valor do conhecimento prévio na leitura por meio da atividade 15, p.93 e 16 (questões A a G).
Apresentar os slides sobre conhecimento prévio.


ATIVIDADE 9

Iniciar com as reflexões propostas pela atividade 1, 2 e 3 p. 71-74. Em seguida, fazer a leitura do texto “Nossas cidades” p.76 e responder por escritos às questões propostas na atividade 6, tentando avaliar como essa atividade poderia ser aplicada em uma situação real de sala de aula.




TP 4UNIDADES 15 E 16

OBJETIVOS
UNIDADE 15

MERGULHO
NO
TEXTO


• Conhecer as várias funções e formas de perguntas, na ajuda à leitura do aluno.

• Utilizar procedimentos que levem à determinação da estrutura do texto.

Utilizar procedimentos adequados para atingir o objetivo de ler para aprender.


DIVISÃO DA UNIDADE 15


• Por que e para que perguntar.

• Como chegar à estrutura do texto?

• Quando queremos aprender.


UNIDADE 16


A PRODUÇÃO TEXTUAL – CRENÇAS,
TEORIAS E
FAZERES


OBJETIVO DA UNIDADE 16

* Identificar crenças e teorias que subjazem às práticas do ensino da escrita.

• Relacionar as práticas comunicativas com o desenvolvimento e o ensino da escrita como processo.

• Identificar dimensões das situações sociocomunicativas que auxiliam no planejamento e na avaliação de atividades de escrita.


ESTUDO DA UNIDADE

• Escrita, crenças e teorias.

• O ensino da escrita como prática comunicativa.

• A escrita e seu desenvolvimento comunicativo.

ESTE DMIRÁVEL MUNDO LOUCO (p.118)

* Atividade 2, p. 117 – explorar a função da pergunta no desenvolvimento de estratégias de compreensão da leitura. (oral)

* Ler o texto e identificar se as hipóteses sobre o texto se confirmam após a leitura. * Fazer oralmente a atividade 3, p. 119 e 120.


TP 4 – UNIDADE 15
ATIVIDADE 11


A EXPANSÃO DA POBREZA NAS CIDADES (p. 136)

* Com base na leitura do texto, elaborar perguntas para orientar o leitor a compreender o texto, conforme sugerido na atividade 4, p. 120 e 121.

* Socializar as perguntas elaboradas ressaltando a importância das diferentes posturas com relação às respostas.

PERGUNTAS:

A – claras apresentadas no texto – diretas.
B – que exigem do leitor uma busca mais cuidadosa – inferências.
C – resposta pessoal, baseada em valores e percepção do mundo.
D – gosto pessoal, preferências e aversões.
E – intertextualidade.

UNIDADE 16
ATIVIDADE 12

• Leitura do texto Minhas não-férias.

Com base na leitura do texto, refletir sobre as seguintes questões:


PRODUÇÃO TEXTUAL
• A escola influencia no desenvolvimento dos escritores?

• Como você ministra suas aulas de redação?


UNIDADE 16 - ATIVIDADE 13

• Escreva um texto empregando estas palavras:

• Muxuango * Falácia
• Hermeneuta * Ignóbil
• Vituperado * Sibilino
• Defenestração * Uxoricídio
• Perfunctório * Apoplexia


SIGNIFICADO DAS PALAVRAS

• MUXUANGO:

equivale a matuto ou caipira; tipo rústico;

é um sitiante que não entra na massa do proletariado agrícola.


HERMENEUTA:

• interpretação do sentido das palavras;

• interpretação dos textos sagrados;

• arte de interpretar leis;

• jurista, jurisconsulto;

aquele que se especializa ou é versado em hermenêutica.


VITUPERADO:

• injuriado
• afrontado;
• desprezado;
• desaprovado;
• censurado;
• repreendido.


DEFENESTRAÇÃO:

• ato de lançar alguém ou qualquer coisa pela janela ou varanda.

PERFUNCTÓRIO:

• praticado apenas em cumprimento de uma obrigação ou sem fim útil;

• pouco útil;

• ato superficial;

• ligeiro.

FALÁCIA:

• engano;
• ardil;
• qualidade do que é falaz;
• falatório;
• gritaria;
• artimanha;
• estratagema retórico.

IGNÓBIL:

• sem nobreza;

• adjeto, vil.

SIBILINO:

• é referente à sílaba;
• equivale à mulher à qual se atribuam dons proféticos;
• capacidade de prever o futuro;
• bruxa, profetiza;
• difícil de compreender.


UXORICÍDIO:

• Assassinato de esposa, cometido pelo marido.


APOPLEXIA:

• Golpe violento;
• Afecção cerebral que surge inesperadamente acompanhada de privação do uso dos sentidos e de suspensão do movimento;
• Designação genérica das afecções produzidas pela formação rápida de um derrame sanguíneo ou seroso no interior de um órgão;
• Ataque, derrame, hemorragia, embolia, doença,, perda súbita de consciência, geralmente causada por hemorragia ou embolia.

UNIDADE 16 - ATIVIDADE 14

• Texto: E a viagem continua (p. 175).

• Fazer a Atividade 5 de forma escrita.

• Realizar com o grupo a atividade proposta Avançando na prática (p. 182), levando em conta a construção de andaimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário